Agosto Dourado: Aleitamento Materno

O que é o movimento Agosto Dourado?

O movimento é um alerta para a população e reforço para os profissionais de saúde quanto a importância de incentivo ao aleitamento materno para o desenvolvimento sadio de bebês. A cor dourada faz alusão ao ouro, para reforçar a qualidade e valor do alimento.

Quando surgiu a campanha?

A campanha surgiu no ano de 1991 em Nova Iorque, em um encontro da OMS com a Unicef.

No Brasil, a Semana do Aleitamento Materno é comemorada desde 1999 com o Ministério da Saúde e em 2017 foi sancionada a Lei nº 13.435 que instituiu o mês de Agosto como Mês do Aleitamento Materno.

Quais são os objetivos da campanha?

O objetivo inicial da campanha é orientar e estimular o aleitamento materno como ato natural, vez que é o alimento necessário e suficiente ao recém nascido, pelo menos nos primeiros 6 meses e indicado até os dois primeiros anos de vida.

Outro objetivo muito importante da campanha é sensibilizar a sociedade quanto a naturalidade do ato de alimentar o bebê em público sem o constrangimento que muitas mães relatam passar.  A ação deseja promover também ações de integração e apoio ao aleitamento materno, buscando um número cada vez maior de pessoas na divulgação da campanha.

Destaca por fim, a importância dos bancos de leite para que todos os bebês (especialmente os prematuros) possam ter acesso ao alimento mesmo nos casos em que as mãe mão possam amamentar.

Qual a importância em celebrar a data?

O aleitamento materno promove a redução dos níveis de mortalidade infantil, já que o alimento é completo e possui muitos benefícios para o crescimento e desenvolvimento das crianças. Além de muita água, contém gorduras, proteínas, açucares e vitaminas indispensáveis ao indivíduo.

O alimento é de fácil digestão, sempre na temperatura adequada e possui anticorpos que protegem contra infecções e desnutrição. O ato de sugar ajuda no desenvolvimento da arcada dentária, respiração e fala do bebê.

“De acordo com a OMS, o recém-nascido que recebe o leite materno em até uma hora após o nascimento está mais protegido contra infecções. Além disso, nessas situações, há redução das taxas de mortalidade neonatal.”

Já para as mamães, a amamentação ajuda na perda de peso após o parto, protege contra câncer e mama e ovário e aumenta o vínculo indissociável com a criança.

Farmacêutico, você tem papel fundamental nessa campanha: Oriente suas pacientes quanto ao uso de medicação durante a amamentação!

Faça parte dessa campanha!

Fonte:
OMS
Ministério da Saúde
Associação Brasileira de Pediatria

O CRF-ES apoio a campanha nacional e convida a todas as Farmacêuticas e Técnicas capixabas que compartilhem conosco o momento da amamentação, motivando outras mulheres a vencerem o preconceito e amamentarem seus filhos, afinal, alimentar é natural.

Envie via redes sociais para que possamos compartilhar. Clique no link abaixo e fale conosco!

Consulta pública (CP) 912/20 – ANVISA
Farmacêutico dá dicas de higiene para quando for entrar no veículo
NOTIFICAÇÃO RECOMENDATÓRIA MPES
Agosto Dourado: Aleitamento Materno

Av. Anísio Fernandes Coelho, 104
Jardim da Penha - Vitoria - ES
CEP: 29060-670